Main menu

Drago

Projeto - Desenvolvimento do historial clínico eletrónico único por paciente acessível a partir de qualquer centro de saúde dependente do serviço Canário de Saúde. 


Cliente - Serviço Canário de Saúde (Organismo autónomo dependente da secretaria de saúde do governo das Canárias, que tem um estrutura organizativa de assistência dividida em sete áreas da saúde)

 

O objetivo Situação de partida 


A dispersão geográfica do arquipélago das Canárias e a ausência de instrumentos necessários para uma gestão eficiente dos recursos destinados ao atendimento da saúde leva o nosso cliente à procura de uma solução que seja benéfica na sua procura de uma proximidade dos centro de saúde com os cidadãos e ao utilizar ferramentas que permitem, tanto optimizar os recursos atribuídos, como dispor da  informação precisa para a toma de decisões.

 

O resultado. Solução proposta

 

Objetivos conseguidos


  • Melhor acessibilidade ao serviço de saúde, independentemente do lugar, nível de assistência e tipo de assistência que necessita o paciente (normal, urgente ou ao domicílio) 
  • Aumento operacional ao focalizar-se o atendimento à saúde no paciente, o que exige muito mais consultas de cuidados e melhor qualidade.
  • Facilitou aos profissionais do centro, o atendimento personalizado, a organização da sua atividade, e os procedimentos para melhorar continuamente atividade, através de uma completa disponibilidade do historial clínico, ferramentas de apoio ao seu trabalho e mais rapidez no acesso aos resultados dos exames complementares realizados, permitindo-lhes uma melhor toma de decisão, o seguimento integral e longitudinal dos pacientes. 
  • Proporcionou à direção do serviço Canário de Saúde as ferramentas necessárias para administrar a atividade do mesmo, ao ter a informação acumulada, de morbidez e utilização de recursos pelos cidadãos, independentemente do lugar e nível de assistência necessária para a realização de estudos epidemiológicos, de custos, de qualidade, etc.

 

Benefícios para o cliente


  • Participação do paciente na gestão da sua saúde.
  • Poupança de recursos para o sistema de gestão da saúde.
  • Melhoramento da qualidade de assistência.
  • Eficácia nos processos de gestão da saúde.
 
Portuguese, Portugal