Main menu

PMR (Redes de Rádio Privadas) Interoperando com Redes POC (Push-to-Talk-over-Cellular)

O projeto PIPO (Redes Privadas de Rádio PMR interoperando com redes Push-to-Talk-over-Cellular POC) proporcionará às forças de segurança e emergências, por um lado, e aos grupos de serviços complementares como a proteção civil, voluntários florestais, ambulâncias privadas, manutenção da via pública, etc, por outro, a possibilidade de coordenar-se utilizando os seus próprios rádio telefones ou convertendo os seus telemóveis em Walkie-Talkies.

Na atualidade as forças de segurança têm os seus próprios sistemas de comunicação por rádio, os quais em algumas regiões, também se ligam às equipas de emergência como bombeiros ou ambulâncias, mas nenhum deles pode comunicar-se através do mesmo rádio telefone com outras equipas de pessoas em situações de emergência, muitas vezes necessitam de coordenar-se, como por exemplo: Proteção civil, voluntários, ambulâncias privadas, equipas de manutenção e assistência, etc. Esta necessidade torna-se vital em casos de emergência, mas está presente nas tarefas diárias como por exemplo avisos da polícia municipal aos serviços de limpeza perante um derrame do carregamento líquido de um camião na calçada, ou ao detetar destroços num parque para comunicar diretamente com a brigada mais próxima do parque e jardins.

A maioria destes grupos complementares não têm um sistema de rádio, e se o têm, quase certamente não é compatível com os das forças de segurança e emergências. O projeto PIPO proporcionará esta interligação independentemente da tecnologia que cada grupo utilize e dotará a estes grupos complementares de uma solução económica de rádio sobre telemóveis convencionais.


O objetivo do projeto PIPO é desenvolver um protótipo que demostre a interligação de chamadas de voz em grupo entre vários utilizadores de uma rede PMR (rádio móvel privada) e grupos de móveis com capacidades de Walkie-Talkie sobre a rede de telemóveis pública (Push-to-Talk-over-Cellular ou PoC).

Como objetivos adicionais, para validar a viabilidade da solução, para coordenar os utilizadores com necessidades de privacidade e alta disponibilidade, será investigado e desenvolvido:
  • Mecanismos para cifrar a voz no domínio Push to Talk.
  • Adaptações necessárias para prestar um serviço Push to Talk a partir de um ambiente “cloud computing”.
  • Integrações com acessórios robustos e/ou enviados para uma experiência de utilizador adequada.

Participantes
  • Técnicas Competitivas S.A.
  • Genaker (eSI Mobile Solutions S.L.)

Financiamento

Este projeto foi financiado pelo plano avanço do ministério da indústria, turismo e comércio dentro do plano nacional de investigação científica, desenvolvimento e inovação tecnológica 2008-2011 e o fundo de desenvolvimento regional FEDER. Duração: 2011-2012. Referência do projeto: TSI-020100-2011-290.

Plan AvanzaMITYCFEDER

Portuguese, Portugal